Crítica: “Disconnected” – Airbag

Disconnected

Disconnected
Artista: Airbag
Data: Junho 2016
Editora: Karisma Records

Já com quatro álbuns de originais em seu nome, os noruegueses Airbag deram nas vistas em 2016 com o seu quarto trabalho Disconnected, um álbum que recebeu loas dos críticos, e projectou a banda para um público mais alargado.
 
Destacando-se dos álbuns anteriores por um som mais conciso e maduro, Disconnected, agradará de certeza a fãs de Pink Floyd, pois é esta banda a sua maior influência, a qual vestem com uma roupagem evocativa de Porcupine Tree, e uma vocalização que lembra imediatamente Steven Wilson. Se o rocker «Killer» é quase que uma amostra de todas essas influências, onde não falta um solo gilmouriano do guitarrista e vocalista Bjørn Riis, «Broken», «Slave» e «Returned» lembram-nos os trabalhos a solo de Steven Wilson, carregados de uma triste melancolia. A destacar, está ainda o bem floydiano tema-título «Disconnected».
 
No total, um conjunto de boas melodias, num som cativante, onde se respiram aqueles momentos de notas longas e atmosferas melancólicas que agradam, principalmente, a fãs de Pink Floyd e Steven Wilson.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s