Tag Archives: Tigermoth Productions

Crítica: “We Are Legend” – Magenta

Crítica: “We Are Legend” – Magenta
We Are Legend

We Are Legend
Artista: Magenta
Data: Abril, 2017
Editora: Tigermoth Productions

We Are Legend é o sétimo álbum de originais dos galeses Magenta, banda fundada por Rob Reed e Christina Booth, que não gravava há quatro anos, período durante o qual a vocalista Booth editou o seu segundo álbum a solo The Light (Tigermoth Productions, 2015), e o teclista e guitarrista Reed editou Sanctuary (Tigermoth Productions, 2014) e o álbum em colaboração Belerion (Tigermoth Productions, 2016). De volta está o som elaborado que tem nos rendilhados e harmonias vocais dos Yes e texturas dos Genesis as suas influências principais, numa matriz mais acessível, com algumas guitarradas de Chris Fry a lembrar Steve Rothery (Marillion) ou David Gilmour.
 
Com apenas três temas (o primeiro de 26 minutos), We Are Legend reafirma a música dos Magenta, entre o sinfonismo e o neoprog, polindo ao invés de inovar. As influências são as mesmas e estão à vista, numa composição sempre escorreita, em temas que evoluem sem esforço, com os Pink Floyd a denunciarem-se, por exemplo, nos ribombares de bateria a meio de «Trojan» (o tema inicial) evocativos de «Time», e uma secção quase tirada a papel químico de «Wish You Were Here», em «Colours» (o segundo tema).
 
Mas o que marca o som dos Magenta é sem dúvida a capacidade de Christina Booth guiar os temas com a sua vocalização dinâmica e tonalidade poética, sendo quase que uma espécie de Jon Anderson no feminino, e contraponto perfeito para a composição e tapeçaria de teclados de Rob Reed. Uma coisa é certa, mesmo sem inovar e deixando-nos muitos déjà vu auditivos, depois de dois ou três álbuns menos inspirados, os Magenta estão de volta à sua melhor forma.